Imprimir novamente Fechar esta janela
Prédio do Icardio: Rua Floriano Peixoto, 1775, sala 401 (4º Andar)
Hospital de Caridade: Entrada pela Rua Floriano Peixoto, 2º Andar (Em frente ao Banco de Sangue)
Fone: (55) 3223-7300

Informações sobre o exame:

Ecodopplercardiograma sob estresse farmacológico Imprimir

Preparo

Jejum absoluto (inclusive líquidos) de 4 horas

Evitar totalmente alimentos e bebidas que contenham xantinas nas 24 horas que antecedem o exame (chocolate, achocolatados, refrigerantes, cafés, chás, chimarrão, etc.)

A suspensão da medicação em uso fica a critério do médico que solicitou o exame

O paciente deve estar acompanhado ou o exame não será realizado.

Pede-se que o paciente traga todos os exames cardiológicos anteriores, para que o médico tenha em mãos o máximo de informações sobre o paciente.

Não há uso de contraste e/ou radiação.

O que é

O ecocardiograma ou ecocardiografia sob estresse farmacológico é um exame de ultrassom do coração associado ao uso de medicamentos (dobutamina ou dipiridamol) que possibilitam visualizar a contração do coração em repouso e em esforço máximo, semelhante ao atingido durante o exame de esforço realizado em esteira ergométrica.


Como é feito

O paciente recebe os medicamentos por uma veia (via intravenosa) e em doses crescentes – chamadas “estágios do exame”. Durante a realização do exame, são verificadas continuamente a pressão arterial, a frequência e o ritmo cardíaco, além dos níveis de oxigênio no sangue; também são realizados eletrocardiogramas em cada estágio.

O paciente permanece em repouso durante 30 minutos após o término do exame.

Após 60 minutos, pode retornar à sua rotina, sem restrição de dieta.

Caso utilize medicação de uso contínuo, esta deverá ser ingerida normalmente.

Indicações

Suspeita de obstrução das artérias coronárias, responsáveis pela irrigação do músculo do coração (doença arterial coronária).

Avaliação de pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica (ponte de safena ou de mamária etc.) ou angioplastia coronária com ou sem colocação de stents.


Contraindicações

Pacientes na fase aguda de síndromes coronárias (IAM e angina instável)

O uso de Dobutamina é contraindicado para pacientes com hipertensão arterial descontrolada, arritmia ventricular ou que já apresentaram reações adversas ao uso da medicação.

O uso de Dipiridamol é contraindicado para pacientes com história de asma ou chiado no peito ou que já apresentaram reações adversas ao uso da medicação, e para aqueles que fazem uso de medicamentos chamados xantinas (aminofilina).


Efeitos adversos

Os efeitos colaterais são raros e semelhantes aos observados durante o teste ergométrico, como, por exemplo:

Sensação de formigamento no rosto; náusea; dor de cabeça; dor no peito; elevação da pressão arterial e palpitação.

Os efeitos adversos, quando aparecem, são prontamente detectados e acompanhados por nossa equipe.


Limitações

O exame pode ser inconclusivo quando não se atinge a frequência cardíaca submáxima esperada e não ocorrem sinais de isquemia.


Referências
1. Diretriz para indicações e utilização da ecocardiografia na prática clínica. Revista Brasileira de Ecocardiografia 2004;17(1):49-77.
2. ACC/AHA/ASE 2003 Guideline update for the clinical application of echocardiography: summary article. Journal of the Am Society of Echocardiography 2003;16(10):1091-1110.